medicina-chinesa-acupuntura-fertilidade-infertilidade-gravidez-clinica-porto

Fertilidade, Infertilidade e Gravidez – Solução pela Medicina Chinesa

Nas sociedades modernas a condição de infertilidade é uma epidemia vastamente disseminada, com muitos casais a apresentarem dificuldade em engravidar.

Em Portugal, admite-se que um em cada sete casais em idade reprodutiva se encaixa na definição de infértil. A prevalência desta condição não é facilmente estimável, mas há estudos que referem a possibilidade de que uma em cada quatro mulheres possa apresentar dificuldades em engravidar. Curiosamente e apesar do estigma associar esta patologia predominantemente ao sexo feminino, a infertilidade masculina contribuí com mais de metade dos casos de infertilidade. [1]

Independentemente das causas, estas famílias debatem-se com problemas de forte impacto nos seus níveis de auto-estima, realização pessoal e familiar.

Importa por isso perceber desde logo o que é e como se manifesta esta condição para depois perceber quais as soluções ao dispor dos casais.

O que é e como se define a Infertilidade

A infertilidade é uma doença do sistema reprodutivo traduzida na incapacidade de obter uma gravidez após 12 meses ou mais de relações sexuais regulares e sem uso de contracepção.

Organização Mundial de Saúde

A prevalência da infertilidade é muito difícil de determinar, havendo estudos que referem a possibilidade de uma em cada quatro mulheres poder ter dificuldades em engravidar. É comum afirmar-se que, em Portugal, um em cada sete casais em idade reprodutiva se encaixa na definição de infértil, debatendo-se com problemas de forte impacto nos seus níveis de autoestima, realização familiar e pessoal.

O aumento de casos de infertilidade nos países ocidentais deve-se a um conjunto de causas, entre as quais:

  • Aumento da idade para engravidar (a probalidade de uma mulher engravidar diminui drasticamente após os 35 anos)
  • Maior número de parceiros sexuais e prevalência das relaçoes sexuais
  • Acréscimo de sedentarismo (hábitos alimentares, atividade fisica, variação do IMC)
  • Consumo de álcool, tabaco, drogas e medicamentos
  • Degradação do ambiente (poluição, stress, variações emocionais)
  • Causas anatómicas

Infertilidade na Mulher (causas frequentes)

  • Ovarios poliquísticos (síndrome dos ovários poliquísticos);
  • Miomas;
  • Obstrução das trompas de falópio
  • Endometriose;
  • Historial de gravidez e/ ou aborto;
  • Fraca qualidade do óvulo [2];
  • Tumores;
  • Doenças sexualmente transmissíveis;
  • Obesidade;
  • Exposição a poluentes;
  • Condiçoes anatómicas;
  • Outras.

Infertilidade no homem

Algumas causas de infertilidade masculina

  • Alterações no espermograma;
  • Alterções morfologicas no espermatozoide;
  • Azoospermia [3];
  • Tumores;
  • Doenças sexualmente transmissíveis;
  • Exposição a poluentes;
  • Condições anatómicas;
  • Outras.

A Medicina Chinesa e o seu papel na Infertilidade dos casais

Não é coincidência que o mecanismo fisiológico da “infertilidade” em consequência do declínio da função reprodutiva surja na literatura médica chinesa pela primeira vez em compêndios que datam de cerca de 400AC. Diversos estudos suportam cientificamente os seus méritos ao nível da fertilidade, assim como no apoio aos tratamentos de IVF, aumentando significativamente os probabilidades de sucesso dos mesmos.

Para a Medicina Chinesa, a infertilidade, assim como outras patologias, não é uma doença, mas sim uma condição originará por um conjunto de disfunções, que deverão ser analisadas e diagnosticadas caso a caso.

Os tratamentos de Acupuntura e Medicina Chinesa podem ajudar a:

  • Melhorar a função Ovárica;

  • Estimular e promover o desenvolvimento folicular;

  • Melhorar a condição do endométrio, preparando-o para receber o ovo fecundado;

  • Melhorar a qualidade do esperma ao nível da morfologia e mobilidade, de forma a aumentar a probabilidade de sucesso da fecundação;

  • Regular o funcionamento da tiróide, para reposição do equilíbrio hormonal;

  • Controlar o stress e ansiedade;

  • Optimizar a resposta à estimulação ovárica e implantação do embrião, em tratamentos de Reprodução Medicamente Assistida;

A Medicina Chinesa tem um historial clínico muito relevante no tratamento da infertilidade, quer feminina, quer masculina, existindo já registo de casos de sucesso na literatura médica datada de 3000 anos A.C.

No entanto, só há poucos anos o Ocidente passou a reconhecer a prestação da Medicina Chinesa e das suas ténicas (Acupuntura, Fitoterapia, Dietética) no tratamento da infertilidade.

Sem necessidade absoluta de recorrer concomitantemente a outras terapias tais como a fertilização in vitro, a Medicina Chinesa aumenta a probabilidade de sucesso da gravidez, através de mecanismos tais como a regulação do ciclo menstrual, a melhoria do fluxo de sangue no útero, do aumento da quantidade e qualidade de esperma, da redução do stress e ansiedade relacionada à infertilidade e ainda normalizando o sistema hormonal e endócrino.

Sugestões de Leitura:
Reprodução e Saúde Sexual – Organização Mundial de Saúde
FAQs – Infertilidade – Center for Disease Control and Prevention

Photo by John Looy on Unsplash

A Clínica Médica do Porto recomenda:

Clique para conhecer as soluções que a Clínica Médica do Porto, coloca ao seu dispor. Adicionalmente, se pretender ser contactado/a no sentido de obter mais esclarecimentos acerca deste assunto, transmita-o à nossa recepção. Entraremos em contacto com a maior brevidade.