Serviços

Consulta de Fertilidade para casais (MTC)

A consulta direccionada de Fertilidade para casais tira partido das técnicas e conhecimento da medicina tradicional chinesa colocando-o ao dispor dos casais com dificuldade em engravidar.


A Organização Mundial de Saúde define infertilidade como “uma doença do sistema reprodutivo traduzida na incapacidade de obter uma gravidez após 12 meses ou mais de relações sexuais regulares e sem uso de contracepção”.
A prevalência da infertilidade é muito difícil de determinar, havendo estudos que referem a possibilidade de uma em cada quatro mulheres poder ter dificuldades em engravidar. É comum afirmar-se que, em Portugal, um em cada sete casais em idade reprodutiva se encaixa na definição de infértil, debatendo-se com problemas de forte impacto nos seus níveis de autoestima, realização familiar e pessoal.

O aumento de casos de infertilidade nos países ocidentais deve-se a um conjunto de causas, entre as quais:

  • Aumento da idade para engravidar (a probalidade de uma mulher engravidar diminui drasticamente após os 35 anos)

  • Maior número de parceiros sexuais e prevalência das relaçoes sexuais

  • Acréscimo de sedentarismo (hábitos alimentares, atividade fisica, variação do IMC)

  • Consumo de álcool, tabaco, drogas e medicamentos

  • Degradação do ambiente (poluição, stress, variações emocionais)

  • Causas anatómicas


Na mulher: ovarios poliquísticos, miomas, obstrução das trompas, endometriose, historial de gravidez e aborto, entre outras.
No homem: alterações no espermograma, alterções morfologicas no espermatozoide, azoospermia, tumores, entre outras.
Para a Medicina Chinesa a infertilidade não é uma doença, mas sim uma condição originada por um conjunto de possíveis disfunções que deverão ser avaliadas e diagnosticadas, caso a caso.

A Medicina Chinesa tem um historial clinico muito relevante no tratamento da infertilidade, quer feminina, quer masculina, existindo já registo de casos de sucesso na literatura médica datada de 3000 anos A.C.

No entanto, só há poucos anos o Ocidente passou a “reconhecer” a excelente prestação da Medicina Chinesa e das suas ténicas (Acupuntura, Fitoterapia, Dietética) no tratamento da infertilidade.
Sem necessitar de recorrer a outras terapias concomitantemente, como a fertilização in vitro, a Medicina Chinesa aumenta a possibilidade de gravidez, regulando o ciclo menstrual, melhorando o fluxo de sangue no útero, aumentando a quantidade e qualidade de esperma, reduzindo o stress e ansiedade relacionada à infertilidade e normalizando o sistema hormonal e endócrino.
Um Estudo publicado nos Estados Unidos da América, comprova que as mulheres que recorreram à Acupuntura ficaram tão atreitas à gravidez como as que recorreram a fármacos ou fertilização para o mesmo efeito. Ainda segundo Raymond Chang (responsável pelo Estudo) da Cornell University and Meridian Medical, sempre que a Acupuntura é associada a qualquer método “ocidental”, ajuda a potenciar os resultados do mesmo.

Serviços

Tatiana Calvão Sousa - Clínica Médica do Porto - Acupuntura e Medicina Tradicional Chinesa

Tatiana Calvão Sousa

Especialista de Medicina Tradicional Chinesa e Acupunctura. Responsável pela consulta de Fertilidade (MTC), Sócia Gerente da Clínica Médica do Porto