Pilates Clínico

Praticado por todo o mundo, o PILATES CLINICO é um método de treino orientado por FISIOTERAPEUTAS que visa a prática de exercícios seguros, de baixo impacto, e sem risco de lesões. É adaptado a todo o tipo de populações e apresenta múltiplos benefícios para a saúde, nomeadamente quando existem dores articulares ou musculares.

O PILATES CLÍNICO tem como princípios a respiração, o centro, a concentração, o controle, a precisão e a fluidez. Permite, ao individuo que o pratica, a melhoria da sua consciência e alinhamento posturais, aumentando o equilíbrio, a flexibilidade e a coordenação. Ao aprender a controlar a sua respiração, o indivíduo sente uma sensação de bem-estar geral, vendo diminuir os seus níveis de stress.
Este método é um excelente meio para fortalecer o corpo na globalidade e proporcionar um controle muscular da cintura abdominal, o que reduzirá de forma eficaz as dores lombares e sacroilíacas, mas não só. O PILATES CLÍNICO quando bem executado e sob orientação, e durante algum tempo, facilita a redução de dores agudas ou persistentes, melhorando a postura, e constituindo um bom complemento de reabilitação de lesões, prevenindo as recaídas.

O PILATES CLÍNICO é óptimo na PREPARAÇÃO PRÉ-PARTO e na RECUPERAÇÃO PÓS- PARTO. Aquando de uma gravidez a mulher vive alterações físicas importantes, com mudanças hormonais significativas, pelo que o fisioterapeuta especializado na saúde da mulher deve prescrever exercícios de PILATES CLÍNICO específicos e adaptados a cada uma das fases/trimestres.

Durante a gravidez existe uma percentagem elevada de mulheres que sofrem dores principalmente a nível lombar e sacroilíaca (parte baixa da coluna). A prática de PILATES CLÍNICO permite uma estabilização articular e muscular, com melhoria da flexibilidade, constituindo um treino seguro, confortável, de baixa intensidade e impacto, que previne as dores e aumenta a resistência à fadiga.

No pós-parto os benefícios também são múltiplos. Através do aumento do tónus muscular global, o PILATES CLÍNICO previne a fraqueza muscular do pavimento pélvico, após o importante traumatismo que este sofre durante o parto, evitando assim sequelas de incontinência urinária que são bastante comuns nas mulheres, principalmente após vários partos. Permite perder peso mais rapidamente, aumentar a estabilidade pélvica, a flexibilidade, a força muscular e a melhoria da postura. Promove a autoestima e melhora o controlo corporal, diminuindo e prevenindo DORES LOMBARES ou outras. Além disso, reduz a sensação de isolamento, e como tal a incidência de depressão pós- parto.